PorkWorld - O Mega Portal da Bovinocultura de Corte Brasileira

Boi em alta e recuo recente do milho estimulam confinamento

Animados com os preços do boi gordo no mercado futuro e com a recente queda das cotações do milho, os pecuaristas brasileiros devem aumentar o número de bovinos sob engorda no sistema intensivo

Quarta-feira, 11 de Julho de 2018 às 05h04

Boi em alta e recuo recente do milho estimulam confinamento

Em média, 10% do gado bovino abatido no país é oriundo dos confinamentos. O restante é alimentado a pasto. Considerando todos os sistemas de produção, os frigoríficos brasileiros abateram 30,8 milhões de cabeças no ano passado, de acordo a estimativa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). “A rentabilidade do confinador está favorável”, avaliou o Gerente-Executivo da Associação Nacional de Pecuária Intensiva (Assocon), Bruno Andrade. De acordo com o zootecnista, a diferença entre os preços do boi gordo no mercado físico e o dos contratos na B3 com vencimento em outubro anima os pecuaristas. Na primeira semana de julho, o preço do boi gordo no Estado de São Paulo — referência para o restante do país — oscilou perto de R$ 140 por arroba, de acordo com levantamento do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), vinculado à Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq/USP). Na sexta-feira, o indicador ficou em R$ 139,00. Na comparação com o mercado futuro, a diferença é de quase 8%. Na B3, os contratos futuros de boi gordo para outubro estão na casa dos R$ 150 por arroba. O mês de outubro é referência porque é o período de concentração de comercialização de boi confinado para os frigoríficos. Considerando o último levantamento de intenção de confinamento feito pela Assocon com os associados da entidade, que representa criadores responsáveis por cerca de 80% do gado engordado no sistema intensivo, haverá um aumento de 11,9% dos animais confinados em 2018. A expectativa da Assocon é que 3,7 milhões bovinos sejam confinadas neste ano, ante 3,3 milhões de cabeças em 2017.

 

Fonte: VALOR ECONÔMICO por Abrafrigo

 

 

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Receba FREE a Revista on-line e a Newsletter Semanal
Ave World - O Mega Portal da Avicultura Brasileira