PorkWorld - O Mega Portal da Bovinocultura de Corte Brasileira

Novos estudos comprovam eficácia das algas marinhas na nutrição animal

Quarta-feira, 29 de Novembro de 2017 às 09h48

Novos estudos comprovam eficácia das algas marinhas na nutrição animal

Uso do Lithonutri trouxe ganhos de até 9% no valor da arroba para o produtor.

Com o crescimento do uso de algas marinhas pelo agronegócio no Brasil é possível observar ganhos consistentes de rendimento também na pecuária. Utilizando o Lithonutri, produto específico para nutrição animal, baseado na alga Lithothamnium, extraída e beneficiada pela Oceana Brasil, criadores de diversas matrizes, como Bovinos de Leite, Bovinos de Corte, Aves de Postura, Equinos, Ovinos e Caprinos estão conseguindo resultados positivos para seus negócios. Os benefícios da Lithothamnium também são comprovados por pesquisas científicas, realizadas por renomadas universidades. Em uma avaliação do rendimento de carcaças na Fazenda Travessa Grande, em Guaporema/PR, com bovinos cruzados nelore x angus em confinamento com Alto Grão, após o uso do Lithonutri foi observado um ganho de peso de 2,00 kg por cabeça por dia, com rendimento de carcaça de 55%. Isso levou o produtor a um ganho de 9% no preço da arroba. 

“A utilização das algas marinhas na nutrição animal é muito segura, pois se trata de um produto natural, que vem trazendo grandes benefícios para nossos clientes, tanto durante o ciclo de crescimento das matrizes, como nos resultados comerciais”, diz Carlos Massambani, zootecnista especializado em produção animal e gerente comercial da Oceana. “O Lithonutri pode ser fornecido puro ou com outros ingredientes importantes para a saúde ruminal, como bicarbonato, óxido de magnésio, probióticos, monensina etc”, completa o especialista. “Para a adição de outros ingredientes é importante consultar o departamento técnico da empresa, ou nutricionistas especializados”, lembra.

Uma pesquisa centrada na digestão de fibra “in vitro”, realizada pela UFCG (Universidade Federal de Campina Grande/PB), demonstrou digestão de 8,84% a mais da matéria seca em relação aos outros tratamentos. Em outra pesquisa, desenvolvida pela UFG (Universidade Federal de Goiás), foi realizado o tratamento com Lithonutri em bovinos com dietas de Alto Grão. E o resultado foi positivo. Os pesquisadores observaram que o composto manteve o pH ruminal mais estável na comparação com outros produtos.

Em ruminantes, o Lithonutri também se mostrou uma excelente opção para manter o pH ruminal estável, proporcionando a melhor digestão das fibras e aumentando a produção de leite e carne. Outros fatores importantes, decorrentes da boa saúde ruminal, são a redução da CCS (Contagem de Células Somáticas) das vacas leiteiras, a produção de leite com melhor qualidade, a formação de cascos mais resistentes e firmes, e a reprodução mais regular.

Em uma avaliação no ganho de peso e na classificação de carcaças para exportação pela cota Hilton, na Fazenda Gauchinha, em Caarapó/MS, em ração de semi confinamento, os produtores comprovaram maior ganho de peso, melhor rendimento de carcaça e bonificação de R$ 1,77 por arroba, sendo que quase todo o lote foi classificado para a cota Hilton pelo Farol da Qualidade da JBS. O custo benefício foi de 2,9 : 1, considerado muito positivo para este tipo de atividade.

Em aves de postura, o efeito do produto é na produção e na qualidade dos ovos, com aumento de até 23% na resistência das cascas dos ovos. Isso reduz drasticamente o percentual de ovos trincados e quebrados, gerando mais lucro aos produtores. Em uma avaliação em matrizes pesadas na Granja Econômica Avícola Ltda, em Carambeí/PR, foi observado maior aproveitamento (98,43%) no incubatório. Todos esses resultados são atribuídos aos componentes do Lithonutri (100% de algas marinhas Lithothamnium), pois os elementos minerais presentes são de origem vegetal, podendo ser considerados como minerais orgânicos, que conferem alta biodisponibilidade aos animais. As algas marinhas também possuem vários microelementos minerais em níveis traço e também aminoácidos. 

Sobre o Lithothamnium - Alga marinha calcária, conhecida há mais de 200 anos, o Lithothamnium vem sendo explorado nos últimos 30 anos por países da Europa e Ásia, para oferecer nutrição animal, vegetal e humana. Produto nobre, possui alta reatividade e é rico em mais de 70 nutrientes minerais e orgânicos, altamente solúveis e naturalmente equilibrados pelo meio ambiente. Os procedimentos industriais adotados pela Oceana Brasil preservam intactas todas as propriedades físicas, nutricionais, orgânicas e biológicas da Alga Lithothamnium.

Sobre a Oceana - A Oceana Brasil é uma empresa 100% nacional, com tecnologia na extração sustentável e beneficiamento da alga marinha Lithothamnium. Sua jazida está localizada em uma região de correntes marítimas e incidência solar únicas no mundo. Com linhas de produtos para nutrição animal e fertilização agrícola, atende ao mercado nacional e exporta seus produtos para diversos países da Europa, América Central, EUA e Ásia. A atividade industrial da Oceana é ecologicamente correta e preserva as características únicas de sua jazida. A companhia investe em programas de monitoramento de vida biológica, qualidade de água, controle ambiental e ações sociais com a comunidade local, a fim de desenvolver a região de forma sustentável. Mais informações no website: http://www.oceanabrasil.com.br.

Fonte: Assessoria de Imprensa

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Receba FREE a Revista on-line e a Newsletter Semanal
Ave World - O Mega Portal da Avicultura Brasileira